Papo de Pai Louco – conheça o Wagner Caprio

Helloucas!!!

Mais um Papo de Pai Louco na área!!!

E sou suspeita para falar do pai de hoje… Conheci por acaso num curso de direito imobiliário há 14 anos… Depois de festas, reuniões, trabalho e muita risada, se transformou num amigo queridíssimo que me aguenta desde então! E assim comemoramos nossos casamentos, nascimento e crescimento dos filhos…

Enfim, um cara super do bem, que adora contar as aventuras dos gêmeos fofésimos Pedro e Maria Eduarda e se dedica de coração à familia!

Apresento a vocês o Wagner!!

Seja bem-vindo!!

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥ 1375745_395803630546361_1580708752_n

ML: O que você lê com seus filhos? (quando você escolhe, não eles)

Wagner: Estou na fase de apresentar a eles livros de animais e contos.

ML: E o que você lê quando está sozinho?

Wagner: Atualmente estou lendo “Sonho Grande”, da Cristiane Correa / “Coaching Holístico”, do Dr. Jou Eel Jia, e “O Poder do Hábito”, do Charles Duhigg, mas confesso que está bem difícil progredir. rs

ML: Quais são as 5 melhores músicas para se ouvir com seus filhos?

Wagner: Então, eles são alucinados por cantigas populares. O Pedro adora Galinha Pintadinha e a sua favorita é Sambalelê. A Duda não tem muito parada, mas, quando sossega, também adora ouvir Galinha Pintadinha, Palavra Cantada e um DVD do Toquinho.

ML: E as 5 melhores para ouvir sozinho?

Wagner: Na maioria das vezes ouço MPB e curto rock alternativo. Também sou fã de Coldplay, Frank Sinatra e Michael Bublé.

ML: Passatempo preferido para fazer com as crianças?

Wagner: Andar de bike, construir castelos de Lego e admirar o desenvolvimento deles.

ML: Melhor passatempo quando você está sozinho?

Wagner: Namorar, praticar Mountain Bike e jantar com os amigos.

ML: Em que sentido seus filhos te fazem uma pessoa melhor? Ou não fazem? Rs

Wagner: Poxa. Tenho certeza que já evoluí muito com eles. Eles foram muito esperados e tenho certeza que chegaram no momento exato. Os bebês são autênticos, e por isso me fazem acreditar no amor incondicional, na união fraterna e no respeito mútuo.

ML: O que você descobriu no universo paterno que te surpreendeu (no bom sentido)?

Wagner: Descobri que ter filhos gêmeos, pra mim, foi a melhor coisa do mundo. A cumplicidade é sensacional. Descobri que Pai trabalha nos bastidores e, logo após o nascimento deles, eu me esforçava muito para que a casa e o ambiente estivessem sempre em ordem para que nada interferisse nos soninhos deles e nas mamadas simultâneas. Você deixa de agir com base nas suas próprias vontades. Aprendi a ser mais flexível e que o bom humor faz toda a diferença.

ML: E o que você não suporta a respeito do mundo paterno?

Wagner: Acho que nada. Fraldas, choros e manhas fazem parte. Eu extraio deles um ânimo e uma motivação para seguir melhorando como pessoa e exemplo para eles.

ML: Uma característica dos seus filhos da qual você se orgulha?

Wagner: Determinação, concentração e perseverança. Não há quem faça o Pedroca mudar de ideia quando ele está focado em algo. Na Dudinha, sem dúvida é o carisma. Chegar em casa e receber aquele abraço, seguido de um “Te amo, Papai” ou um “Papai lindo”. O olho enche na hora!

ML: E uma da qual você se orgulha em si mesmo, como pai?

Wagner: Dedicação. Me orgulho de poder estar presente em todos os momentos importantes.

ML: Vida de pai, antes e depois: é muito diferente? Por quê?

Wagner: Sem dúvida mudou muito, e te garanto que pra melhor, mesmo comendo comida fria, apaziguando os chiliques, acordando cedo e algumas vezes de madrugada. A paternidade é um tsunami de emoções e anseios. Só entre quem estiver disposto a encarar o desafio!

ML: Que tipo de indivíduos você espera deixar para o mundo?

Wagner: Espero que eles contribuam para um mundo melhor. A mensagem que desde já tento passar pra eles é a de sempre fazer o bem, não importa a quem. Inexistindo o preconceito, o respeito mútuo prevalece e a vida passa a ter outro sentido, afinal “da vida a gente só leva a vida que gente vive”.

Anúncios
Categorias: convidados, Papo de Pai Louco | Tags: , | Deixe um comentário

Navegação de Posts

palpita aí!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Mães Loucas

porque "mãe louca" é redundância.

Mãe-solteira recém-casada

porque "mãe louca" é redundância.

porque "mãe louca" é redundância.

Mamatraca

porque "mãe louca" é redundância.

bora.ai blog

bora aí blog - dicas

Minha Mãe que Disse!

porque "mãe louca" é redundância.

Pequena que pariu

porque "mãe louca" é redundância.

O Blog da Sofia

Tudo sobre bebês e ser mãe, da gravidez ao nascimento do filho.

%d blogueiros gostam disto: