Como nascem os pais?

você se lembra de quando se tornou mãe? não, não estou falando de quando seu primeiro filho nasceu; pense antes, na primeira vez em que você se imaginou mãe, no primeiro bebê-boneca que você ninou, na primeira criança dos outros que você olhou e disse ‘aaah…, quero um desses pra mim’. pensou? pois é, eu também acho que muitas de nós nasce mãe ou se torna uma bem cedo na vida. talvez seja isso o tal ‘instinto’ de mãe – parte realmente biológica enraizada no nosso DNA e parte sorrateiramente aprendida durante nossa vida.

mas e os pais? será que eles também têm um ‘instinto’ escrito no cromossomo Y? se têm, ninguém acredita. porque se há um consenso entre as mães do mundo todo é que nenhum pai cuida dos nossos filhos tão bem quanto a gente! hahaha

pareço cruel? ok, mas fala a verdade: com quantos meses você ‘deixou’ seu marido ficar sozinho com o bebê por 5 minutos, trocar uma fralda por conta própria sem inspecionar depois, dar banho sem supervisão?? pois é. essa ideia é tão forte e consensual que até os próprios pais fazem piada a respeito.

mas… o que acontece de verdade quando um pai tem que cuidar da cria? será que é a catástrofe que todo mundo imagina? será que ele não tem o mesmo cuidado porque não liga pro bebê? qual é o vínculo que um homem tem com seu filho? é muito difícil nós mães sabermos com certeza por dois motivos básicos: (1) a gente nunca deixa os filhos sozinhos com o pai (haha) e (2) eles nunca revelam o que acontece quando deixamos.

pois nossa sorte é que existem uns poucos pais que curtem escrever sobre isso. e, pra nossa surpresa, a ligação entre pai e filho pode até surgir só depois do nascimento, mas é tão forte e bonita que deixa a gente com vergonha de pensar o contrário!

dá uma navegada pela internet, buscando blogs de pais. tem vários, dá pra se perder com tantos relatos. mas o que mais me chamou a atenção, por diversos motivos, foi o do Renato Kaufmann, Diário de Um Grávido. ele começou a escrever quando soube que seria pai, então tem a história dos 9 meses de gestação e depois várias historinhas da Lucia, dos 0 até hoje, com 5 anos. o blog fez tanto sucesso que ele publicou dois livros, Diário de um grávido e Como nascem os pais, ambos pela Mescla Editorial. além de ter um jeito super carinhoso de falar da filha (dos gatos, da vida), ele é muito engraçado! eu, com a vida atribulada de quem trabalha e cuida de 3 crianças, consegui ler o livro todo em dois dias. super recomendo!

quem sabe depois disso a gente perde a noção de que só mãe cuida bem de criança, né? ou não… rs

como nascem os pais

  Como nascem os pais

  Renato Kaufmann

  Mescla Editorial

  2011

  208 páginas

  r$ 53,80 (Cultura)

Anúncios
Categorias: blogs, leituras, livros, livros sobre maternidade | Tags: , , , , | 1 Comentário

Navegação de Posts

Uma opinião sobre “Como nascem os pais?

  1. Gabriela Chamusca

    Nossa que legal… Neste momento estou me sentindo mais feliz e menos culpada… Eu de fato me tornei mãe quando meu primeiro filho nasceu… Nunca fui mãe antes… talvez nem na gestação (me arrependo disso! Sabe aquelas manhas da primeira gestação… não tive!).
    O pai dos meus filhos trocou as primeiras fraldas e deu os primeiros banhos… (só não deu o peito antes rsrsrsrs). Só depois de eu ver como fazia q achei melhor eu aprender rsrsrsrs!
    E acho que ele cuida dos nossos filhos tão bem quanto eu! Ou melhor hahaha. Eu ainda acho…, meus filhos e outras pessoas próximas não teriam esta dúvida rsrsrs É ele que cuida melhor!
    Mas agora lendo isso me sinto muito bem pois acho que isso pode também ter contribuído para ele ser um pai tão maravilhoso!!! Ou seja, da mesma forma eu sou o máximo! kkkk E uma coisa é certa: MÃE É SEMPRE MÃE!!!!!!
    Acho que muitas vezes os pais não são tão presentes pois as mães não deixam!!!

palpita aí!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Mães Loucas

porque "mãe louca" é redundância.

Mãe-solteira recém-casada

porque "mãe louca" é redundância.

porque "mãe louca" é redundância.

Mamatraca

porque "mãe louca" é redundância.

bora.ai blog

bora aí blog - dicas

Minha Mãe que Disse!

porque "mãe louca" é redundância.

Pequena que pariu

porque "mãe louca" é redundância.

O Blog da Sofia

Tudo sobre bebês e ser mãe, da gravidez ao nascimento do filho.

%d blogueiros gostam disto: