Papo de Pai Louco — conheça o Silvio Tambara

eu conheci o Silvio no colegial, isso há uns 20 anos já. a gente estudou na mesma classe do Logos todos os 3 anos e tínhamos vários amigos em comum. sabe aquele cara bacana, simpático, sempre sorrindo? era ele. tipo figura fácil, andava por todos os grupinhos e era sempre genuíno, inteligente pacas, sempre disposto a ajudar quem precisasse – e sempre sorrindo, já falei isso? rs

de lá pra cá, muita coisa mudou. agora ele é marido da Chantal, pai do Pedro, professor de Matemática no Ítaca. mas ninguém diz que ele envelheceu um ano sequer! a única diferença entre aquele Silvio e este são os cachinhos, que ficaram nas fotos e na memória.

a gente perdeu contato nesse meio tempo, mas voltamos a nos falar depois que vieram os filhos, trocando figurinhas sobre maternidade. o Pedro, que vai fazer 1 ano dia 18 agora, tem muita sorte em ter um pai super presente, que se interessa por questões educacionais e quer criar o melhor ambiente possível para o desenvolvimento do filhote!

seja bem vindo, Silvio!

*********************

Silvio e Pedro {o mesmo sorriso!}

Silvio e Pedro {o mesmo sorriso, menos alguns dentes!}

Mães Loucas: Você lê para o seu filho? O quê?

Silvio: Ainda não, ele é muito pequenino. Só os livrinhos dele.

 

ML: E o que você lê quando está sozinho?

Silvio: Livros sobre educação de crianças e sobre meu trabalho (ensino de matemática). Literatura só bem de vez em quando, meio sorrateiramente.

 

ML: Quais são as 5 melhores músicas para se ouvir com o Pedro?

Silvio: As que toco no violão ou ukulele pra ele: Something e Blackbird (Beatles), Somewhere over the rainbow/Wonderful world (Israel Kamakawiwo’ole), Wish you are here (Pink Floyd), Smoke on the water (Deep Purple).

 

ML: E as 5 melhores para ouvir sozinho?

Silvio: Vixi… Black Star (Radiohead), Love is a Laserquest (Arctic Monkeys), Ize of the World (Strokes), Stay or Leave (Dave Matthews), Pigs on the Wing (Pink Floyd).

 

ML: Passatempo preferido para fazer com o filhote?

Silvio: O melhor passatempo é a piscina, sem dúvidas.

 

ML: Melhor passatempo quando você está sozinho?

Silvio: Ler.

 

ML: Em que sentido o nascimento do Pedro te faz uma pessoa melhor? Ou não faz? rs

Silvio: Em qualquer sentido. Existe uma linha bem marcada entre o antes do Pedro e depois do Pedro.

 

ML: O que você descobriu no universo paterno que te surpreendeu (no bom sentido)?

Silvio: Descobri que a gente sempre dá um jeito de socorrer nosso filho e que a gente se comunica com ele de uma forma muito mais direta e sutil.

 

ML: E o que você não suporta a respeito desse universo?

Silvio: Não suporto estranhos se achando no direito de mexer nele na rua. Só porque ele é fofinho as pessoas acham que podem ir segurando a mãozinha dele ou apertando a bochecha. Faço papel de louco.

 

ML: Uma característica do seu filho da qual você se orgulhará quando ele crescer?

Silvio: Eu já me orgulho da alegria e da curiosidade dele.

 

ML: E uma da qual você se orgulha em si mesmo, como pai?

Silvio: Calma.

 

ML: Vida de pai, antes e depois: é muito diferente? Por quê?

Silvio: Antes eu era o filho e tinha um pai. Agora eu sou as duas coisas ao mesmo tempo e percebo que essa relação é desigual. Cada um tem um papel formador na vida do outro.

 

ML: Que tipo de indivíduo você espera deixar para o mundo?

Silvio: Creio que o indivíduo que eu deixo para o mundo sou eu mesmo. Meu filho vai fazer suas próprias escolhas. Forneço a base que serve de referência, mas, no final, o que contará são as escolhas dele. Procuro baixar as expectativas.

Anúncios
Categorias: convidados, Papo de Pai Louco | Tags: , , , | 3 Comentários

Navegação de Posts

3 opiniões sobre “Papo de Pai Louco — conheça o Silvio Tambara

  1. Gabriela Chamusca

    Que Pedro lindo… E o Silvio com muitas semelhanças com o Eivor… Sera por causa da mesma profissão? Vamos esperar outros pais… Ate o que nao suporta Eivor td nao gostava… Diga a ele que ja começa na gestação quando estranhos alem de te parar mexem na sua barriga sem o menor pudor kkkk

  2. Adorei!
    Acho que é isso que esperamos de um pai, isso que encontramos no Sí, assim que queremos nossos filhos: nos tendo como referência (para o sim e para o não) a cada escolha que fizer.

  3. Gizelle

    Adorei as respostas!!! Temos que pensar que, por enquanto, os filhos são da gente e depois do mundo. A base é essencial.

palpita aí!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Mães Loucas

porque "mãe louca" é redundância.

Mãe-solteira recém-casada

porque "mãe louca" é redundância.

porque "mãe louca" é redundância.

Mamatraca

porque "mãe louca" é redundância.

bora.ai blog

bora aí blog - dicas

Minha Mãe que Disse!

porque "mãe louca" é redundância.

Pequena que pariu

porque "mãe louca" é redundância.

O Blog da Sofia

Tudo sobre bebês e ser mãe, da gravidez ao nascimento do filho.

%d blogueiros gostam disto: