ciências, dinossauros e o revisor

quando era pequena, eu gostava muito de ciências e amava dinossauros. eu sabia o nome de todos os descobertos até então, andava pra cima e pra baixo com livros que eram mais de paleontologia do que ‘enciclopédia de dinossauros’ mesmo, porque não eram tão coloridos e tinham mais palavras do que desenhos. aí cresci, devem ter me dito que cientista não ganhava bem e deixei meus amigos répteis e o cosmos de lado.

eras mais tarde, a diretora da escola dos meus filhos manda a carta-projeto falando sobre o que a turma da minha filha vai estudar este semestre: dinossauros, escolha da maioria. aparentemente houve uma disputa em que ‘planetas’ ficou em segundo lugar. eu teria amado qualquer que fosse o assunto vencedor, o que diz mais sobre o quanto sou nerd do que eu gostaria.

sábado de manhã carreguei os três (e mais sling e umas 3 bolsas) para a Livraria Cultura do Conjunto Nacional, meu playgound favorito. tem melhor ‘desculpa’ para uma marmanja de 36 anos comprar um livro sobre dinossauros do que estudar com a filha?? também achei que não. chegando à sessão, fiquei na dúvida entre dois títulos: Enciclopédia dos Dinossauros, da Editora Zastras, e Tudo Que Você Precisa Saber Sobre Dinossauros, da Editora Ciranda Cultural. de cara, gostei mais da Enciclopédia, mas a Elis preferiu o segundo. uma rápida pesquisa de preços decidiu que a Elis levaria o livro que ela escolheu.

como me senti merecedora depois de ter andado pela Paulista fantasiada de mancebo para aprofundar o conhecimento das crianças, comprei também o Solar System, a Journey to the Planets and Beyond, um livro lindo e em inglês sobre os planetas do nosso sistema solar, o sol e algumas das luas mais interessantes, para mim para eles. as crianças.

como os mais velhos ganharam um livro cada um da avó Lourdes, que encontrou a gente na livraria, aproveitei o interesse deles nos Aviões e nas princesas de Frozen e fui dar uma lida no livro sobre dinossauros. logo no começo, um trecho me chamou a atenção: página 14 – “Apenas um décimo das espécies animais na Terra sobreviveu à extinção em massa que ocorreu pouco antes do início do Período Triássico, a chamada extinção permiana.” Logo em seguida, na página 16, o texto diz “Os répteis que prevaleceram após a extinção permiana, no início do Período Jurássico…” — peraí: a extinção permiana aconteceu antes do Triássico ou do Jurássico????

[para tirar a dúvida, uma rápida consulta à colega Wikipedia resolve a questão: “Triássico é um período geológico que se estende desde cerca de 250 a 200 Ma (milhões de anos atrás). É o primeiro período da Era Mesozóica e fica entre o Permiano e Jurássico” e continua dizendo que o Triássico começou com a extinção do permiano.]

eu, leniente que sou, relevei o engano e continuei lendo. mas eis que um erro ainda mais grosseiro aparece na página 22, no capítulo sobre Caçadores em Bando: “Alguns dos primeiros dinossauros herbívoros caçavam em bandos, trabalhando em equipe para abater animais maiores que eles.” WTF??? que você nunca tenha ouvido falar em Permiano e ache que Jurássico é só um filme, vá lá. mas todo mundo que frequentou escola, mesmo dormindo nas aulas de biologia, sabe que herbívoros são animais que se alimentam de plantas, né?? se não lembra, a tia Wiki te ajuda aqui.

como pode, alguém me explica? este texto é uma tradução de um livro originalmente escrito em inglês pelo casal Dougal Dixon e Margaret Hynes e publicado pela Macmillan Children’s Book. no expediente do livro em português (aquele lugarzinho, geralmente no começo dos livros, onde está escrito o nome e ano de publicação do texto original, quem publicou a presente edição, nome do tradutor etc.) consta o ano da edição, o nome da editora (Ciranda Cultural, não se esqueçam) e o nome da tradutora… mas e o nome do revisor? o que é um revisor? hã??

eu sei que sou tendenciosa quando se trata de revisão de texto, tanto por ser leitora compulsiva desde sempre como por ser formada em Letras, mas é aí que as ‘pessoas comuns’ percebem meu desespero: como é possível ensinar um assunto para uma criança quando a informação está errada num livro??? informação errada na internet está todo mundo cansado de ver, até em jornal grande. mas em livro, caramba!

minha amiga Fê falou pra eu ir lá na Livraria Cultura rodar a baiana e exigir meu dinheiro de volta. infelizmente acho que não tenho estofo pra dar de louca em público (não sóbria, pelo menos). o que você faria no meu lugar? ainda preciso retomar a leitura do desastre da Editora Ciranda Cultural pra descobrir outros absurdos enterrados nas 160 páginas, mas confesso que não estou com coragem.

enquanto isso, sigo relendo meu o livro das crianças sobre o sistema solar, bem escrito e lindamente ilustrado. eu falei que tem imagens pop-up? é como estar viajando pelo espaço! as crianças piraram, já eu achei meramente bacana. 😉

tudo_dinos

 Tudo que você precisa saber sobre Dinossauros

  Ed. Ciranda Cultural

  2013

  160 páginas

  r$ 39,90 (no site da Cultura; na loja acho que foi r$35)

.

enciclopedia

  Enciclopédia dos Dinossauros

  Mike Benton

  Ed. Zastras

  2010

  160 páginas

  r$ 64,90 (no site e na loja da Cultura)

.

solarsystem

  Solar System – A journey to the planets and beyond

  Ian Graham

  Editora Silver Dolphin

  2009

  32 páginas (mas tem pop-ups!)

  r$ 43,30 (no site da Cultura)

Anúncios
Categorias: leituras, livros | Tags: , , , , , | 1 Comentário

Navegação de Posts

Uma opinião sobre “ciências, dinossauros e o revisor

  1. Gabriela Chamusca

    Olha na minha área (pesquisa) isso acontece muito… (livros com informações erradas). Por isso pedimos cautela aos alunos em relação aos livros (pp traduzidos) que tem informações erradas e desatualizadas! E por isso consultar a literatura científica! Mas que está sempre mudando…
    Quando achamos um erro em livros de tradução entramos em contato com a editora para informar… é bom… as vezes pedem para a gente fazer a revisão… as vezes nos dão outros livros para avaliar… e as vezes corrigem hahaha

palpita aí!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Mães Loucas

porque "mãe louca" é redundância.

Mãe-solteira recém-casada

porque "mãe louca" é redundância.

porque "mãe louca" é redundância.

Mamatraca

porque "mãe louca" é redundância.

bora.ai blog

bora aí blog - dicas

Minha Mãe que Disse!

porque "mãe louca" é redundância.

Pequena que pariu

porque "mãe louca" é redundância.

O Blog da Sofia

Tudo sobre bebês e ser mãe, da gravidez ao nascimento do filho.

%d blogueiros gostam disto: