Independência precoce – no meio da aventura

Oi pessoal! Tudo bem???

Aqui eu to indo melhor do que imaginava…

Deixei o Eric no acampamento segunda de manhã, pouco antes dos ônibus vindos de SP chegarem. O monitor já estava lá com o Saad, já conhecido do Eric, e que estaria no mesmo quarto que ele. Começaram a brincar imediatamente. Ufa, um ótimo começo…

Luna logo se acomodou ao lado dos dois e foi brincando também. Conversei com uma das responsáveis pela organização e dei algumas orientações (que obviamente eu já tinha escrito na ficha de cadastro mas não custava repetir, até como forma de desabafar…). Entreguei o leite de soja para o café da manhã e ela logo informou não ser necessário, pois algumas crianças possuíam alergia a leite de vaca ou intolerância a lactose, então era comum ter leite de soja lá. Ufa de novo, pois já estava eu calculando quantas doses de leite o Eric tomaria, porque depois de aberto o leite precisa ser consumido em 3 dias, etc etc etc…

A pior parte não foi me despedir, foi tirar Luna de lá no chororô de quero ficar também… Falei tchau umas 3 vezes, dei abraços, beijos e ele lá, firme e forte. Luna não queria ir embora por nada e o amigo Saad disse “deixa ela aí, tia, ela brinca muito direitinho”, mas logo o Eric respondeu “não, ela precisa ir porque não vai fazer temporada”. Ok, recado entendido, era hora de ir… E la fui eu embora com a Luna, leite numa mão e o coração na outra…

Depois que se deixa o filho lá, faz o quê??? Eu estava com a Luna, então foi bom para curtir um pouco essa coisa de filho único que ela nunca teve… Andamos, brincamos, sentamos no gramado e ficamos um bom tempo vendo os patos nadarem e comerem bem pertinho da gente. Foi engraçado e divertido.

Mas Luna acabou dormindo cedo e corri para a internet em busca de fotos. Ver ele e aquela equipe de baixolinhas deu um certo conforto, pois vi alguns rostinhos conhecidos. Até a Karina, que me atendeu no escritório de SP, mandou o filho depois que eu falei pra ela que o Eric ia! Ponto para essa mãe corajosa, que arrumou tudo de última hora e mandou o Davi para sua primeira vez!

NR1_210113_046

No dia seguinte, dei de louca: liguei lá de manhã e quis saber como tinha sido a noite do Eric e soube que escapou xixi na cama. Eu, que já estava ansiosa, fiquei preocupada, querendo entender o que tinha acontecido, se as minhas orientação tinham sido atendidas… Descobri que meu filho tinha enrolado o monitor, dizendo que não estava com vontade, só pra voltar pra cama logo. Conheço beeeeeeem esse golpe. Aliás, o assunto xixi merece um post exclusivo, pois é no mínimo interessante.

Tentei relaxar, mas é difícil, né? É uma loucura ficar aqui… um misto de sentimentos: uma hora você está orgulhosa pela coragem dele, emocionada por se dar conta de que o tempo está passando e seu bebê crescendo, e saudades de enlouquecer! Já me peguei olhando as fotos e interpretando o olhar pra saber se ele realmente está feliz… Coisa de gente louca, sabe?

Ele me mandou um e-mail, super comemorei!

email

E lá fui eu interpretar de novo: ele disse 2 vezes que está com saudades… Será que está sofrendo???

Vendo as fotos e vídeos fui ficando mais tranquila, mas nunca achei que fosse tão difícil aceitar essa independência precoce do Eric… Já acessei a internet umas 1000 vezes em busca de novas fotos. Todas devidamente salvas em uma pastinha no computador para mostrar para ele quando voltar.

Esses dias foram bastante animados… Muita gente postando as fotos das crianças na internet, marcando os pais, comentando sobre a trilha dos índios…

NR1_3º dia_048

NR1_3º dia_072

… rally na lama…

NR1_3º dia_251

NR1_3º dia_253

E de noite, festa Polinésia (na minha época, festas desse tipo eram chamadas de festa do Havaí, rsrs)

NR1_230113_323

NR1_230113_353

Enfim, estamos bem no meio da temporada. Ele não parece estar triste, rsrsrs! Espero sobreviver bem até o final dela para domingo poder abraçar e beijar muuuuuuuuuito o meu pequeno-grande-acampante! Ah, e o maridão também!!! 😉

Conto como foi a volta semana que vem!!! Enquanto isso, que tal dividir sua experiencia com a gente???

Beijos e até a próxima!

Anúncios
Categorias: acampamento, passeios, viagens | Tags: , , , , | 4 Comentários

Navegação de Posts

4 opiniões sobre “Independência precoce – no meio da aventura

  1. Gabriela

    Nossa… sabe que me deu um “friozinho” na barriga vendo estas fotos… Sou super desencanada com isso… meus filhos viajam “sozinho” sem os pais desde um pouco antes dos 12 meses… logo que desmamam… Mas sempre acompanhados de alguém conhecido… avós, tias, primas, amigos… Mas vendo estas fotos imaginei o João “sozinho” no meio de pessoas que não conheço… me deu desespero… acho que neste dia não será tão tranquilo assim rsrsrsrs

  2. Lilian

    Oi, Fe! Bom, vc sabe, eu passei por isso! hahaha! Dei uma pirada básica e, lendo o e-mail do Eric, assim como vc, pensei “ai meu Deus, ele falou 2x que está com saudades!” Mães loucas, toca aqui! rsrsrs! Ele adorou, aposto! Ansiosa pelo post sobre o retorno. bjo

  3. viviane colino

    lindos!!! estou orgulhosa pela mamãe e por ele !!! bjus e saudades, saudades,saudades ( Xi, escrevi 3X…o que será que significa??…rs)

  4. Pingback: Acampamento da Turma da Mônica e Promoção Mães Loucas! | Mães Loucas

palpita aí!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Mães Loucas

porque "mãe louca" é redundância.

Mãe-solteira recém-casada

porque "mãe louca" é redundância.

porque "mãe louca" é redundância.

Mamatraca

porque "mãe louca" é redundância.

bora.ai blog

bora aí blog - dicas

Minha Mãe que Disse!

porque "mãe louca" é redundância.

Pequena que pariu

porque "mãe louca" é redundância.

O Blog da Sofia

Tudo sobre bebês e ser mãe, da gravidez ao nascimento do filho.

%d blogueiros gostam disto: